UM PEDAÇO DA NATUREZA AO ALCANCE DOS SEUS OLHOS

TRABALHOS EM:

PROJETOS E EXECUÇÃO
MANUTENÇÃO: AQUÁRIO DOCE E AQUATERRÁRIO
SISTEMA ELÉTRICO PERSONALIZADO - ILUMINAÇÃO
SISTEMA DE FILTRAGEM EXTERNA
FILTRO ULTRA-VIOLETA
PRODUTOS EM GERAL
TEL: (11) 7377-4903
E-MAIL: bmori.mack@gmail.com

domingo, 13 de janeiro de 2008

PH E SUA IMPORTÂNCIA

A idéia de ter um aquário bem sucedido está muito ligado ao controle do pH da água. Por isso devemos tomar muito cuidado na escolha das espécies que irão morar em seu aquário. Mas afinal o que é o pH? O pH nada mais é o potencial Hidrogênico de seu aquário, funcionando como um indicador de íons H+, onde quanto maior a quantidade de íons H+ maior seu caráter ácido tem a substancia, logo quanto menor a quantidade de íons H+ maior seu caráter alcalino.


Matematicamente falando, o pH é uma escala numérica que serve pra indicar o nível de acidez contido na água de seu aquário. A escala do pH é dividida em 3 partes: ácida, neutra, alcalina. Onde é matematicamente representado como ácido a escala de 0 a 6.9, neutro o 7.0, e o alcalino a escala de 7.1 a 14. A relação do teste químico com a escala numérica é feita pela intensidade da coloração obtida no teste; onde a cloração amarelada indica um pH ácido, o vede indica o neutro, e a coloração azulada indica um pH alcalino.


Outro fator importante para o conhecimento do aquarista é o fator equilibrante do pH. O pOH é uma escala idêntica a do pH mas funciona de maneira invertida, ou seja, é considerada alcalina na escala de 0 a 6.9, e acida na escala de 7.1 a 14. Enquanto o pH é o potencial Hidrogênico representado pelos íons H+, o pOH é nada mais que o potencial Hidroxiliônico representado pelos íons OH-. Exemplificando, ao medirmos o pH da água verificamos que seu resultado deu 6.8 caracterizando uma água ácida. Para descobrirmos o pOH não há necessidade de nenhum teste, se o pH deu 6.8 o pOH também será 6.8, pois ambos significam que a água está ácida.


Uma dica muito importante é que plantas no aquário, também são importantes para manter o controle do pH. Então aconselho procurar por plantas que se adaptam às condições de estilo do seu aquário.


Geralmente os aquários plantados costumam ser ácidos, pois em sua montagem geralmente possuem um substrato bem fértil (laterita, basalto, xaxim em pó, tufas, entre outros) que acaba por acidificar a água, pois liberam ácido tânico (C14H10O9) que também pode ser encontrado em troncos fossilizados.


Um ponto de vista que deve e muito ser levado em consideração na hora da correção do pH, pois existem dois modos de se corrigir que é a utilização do meio artificial e do meio natural. Eu aconselho sempre utilizar o meio natural, pois considero menos agressivo ao ambiente e por ter uma possibilidade bem maior de chegar ao resultado esperado com maior sucesso do que a utilização de meios artificiais. Considero a utilização de dolomita para alcalinizar a água e a utilização de tufos ou de troncos fossilizados os melhores coisas para se corrigir o pH. Logicamente que existem outras maneiras naturais pra se corrigir o pH que também dão muito certo.


Bom meus amigos contei com toda a minha esperiencia pra escrever este artigo e espero ter conseguido explicado tudo direitinho... muito boa sorte e sucesso com seu aquário.

Um comentário:

Rejani disse...

Olá!

Após trocar a agua parcial do meu aquário a agua está ácida, e neste aquário tenho Guppys, que preferem a agua neutra ou um pouco alcalina.
A correção natural seria com dolomita, coloco o pó na água? Em que proporção? Usei duas vezes o Labcon Alcali, mas no segundo dia a água fica novamente ácida.
O tronco de árvore, deixa alcalina ou ácida?
Abraço!
Tenha dias abençoados.